Reforma da minha cozinha: antes, durante e depois + custos

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois
Não era lenda: minha cozinha foi reformada ano passado e agora, finalmente, mostro para vocês o resultado desse esforço todo, o maior que já fiz.

A demora para revelar como a cozinha ficou depois de pronta se deve a várias coisas: primeiro porque dia 21 de dezembro ainda estavam colocando as últimas portas do armário; aí veio o ano-novo e quando voltei até ia retomar os detalhes que faltavam (rodapé de pedra, porta para a área de serviço, guarnições, pintura…) mas o trauma ainda estava muito recente. Então fui fazendo o que faltava super aos poucos, sem me apressar. E tudo demora: só uma das guarnições levou 3 meses para entregar! O rodapé de mármore, 2 semanas para instalar. Haja nervos… Pensei até em montar o post quando terminei a primeira fase, mas estava tão irritada com tudo que aconteceu, que só iria reclamar em cada palavra!

Agora que finalmente finalizei a listinha (terminei a pintura no último final-de-semana), estou pronta para dividir tudo aqui! Mas primeiro, vamos ao tenebroso antes!

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-antes

Meu prédio é dos anos 70 e a cozinha foi o único cômodo que não reformamos, apenas colocamos uns armários novos em meados dos anos 90! Eu tinha planos de mexer no apartamento há uns 10 anos mas não ia fazer sentido, pelo menos pra mim, trocar a decoração e deixar a cozinha assim…e pra encarar essa reforma, precisava estar preparada financeiramente e com tempo para lidar com a obra – barulho, sujeira e gente dentro de casa todo dia não é fácil. O espaço tem apenas 6m2: 2 de largura x 3 comprimento – a área de serviço é maior!

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-durante

Felicidade o quebra-quebra: foi a parte mais rápida. A porta que abre para a área de serviço foi removida, a passagem ampliada: a geladeira e o freezer passariam a ocupar um cantinho sem uso da área de serviço, que foi fechado com dry wall

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-piso-azulejo

Quando o azulejo e o piso aparecem, dá impressão de que falta pouco para terminar! Coloquei o mesmo piso na cozinha e área de serviço – o azulejo estilo metrô (da Eliane) ficou só na cozinha

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-bancada-armariosliving-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-armario

 

Bancada de mármore e armários: não esperava que o armário fosse produzido só depois de colocada a bancada – fechei o projeto meses antes! Isso atrasou um tanto a finalização da cozinha – e me deixou irritadíssima. A pedra escolhida – depois de rodar diversas marmorarias e ficar muito em dúvida – foi o mármore verde guatemala (R$ 900 o m2). Queria uma pedra exótica, de preferência em tons de verde e ele foi perfeito! Porém, no primeiro uso, apareceram manchas esbranquiçadas (a cada mancha, uma noite sem dormir!); meses depois e muitas visitas de marmoreiros, a situação está mais controlada, com produtos, cera e polimento, que preciso fazer a cada 6 meses

Eu já tinha em mente muitas coisas que queria na cozinha nova e várias delas não abria mão, principalmente os armário com molduras (só com marceneiro e olhe lá porque alguns não fazem) e o azulejo de metrô. O estilo clássico permeeou todas as decisões e a estética americana/europeia também. Eis o resultado:

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois

O mármore foi decisivo para então escolher o piso: se fosse uma pedra mais exótica, o piso teria que ser mais neutro – e combinar com o ambiente da área de serviço; se fosse mais básica (como o mármore branco Espírito Santo, otimo custo/benefício), poderia usar um piso mais estampado e cor nos armários. O ideal é que realmente tenha contraste entre bancada e armários. Esse piso eu adoro mas tive que ser criativa e paciente: foi super difícil encontrar nesse tamanho 20×20 cm, antigo e tive que montar assim, já que comprar ele já cortado nas pontas para que o tozzeto preto ficasse no centro, custava 10x mais o metro quadrado! Os gavetões da bancada são super práticos, adorei! Mantive a mesma porta, que recebeu uma camada nova de tinta; esse modelo de porta se chama Camarão e dobra ao meio, ideal para esse espaço que não suporta uma porta comum ou de correr

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-marmore-verde-guatemala

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-bancada

Mantive quase todo layout da cozinha anterior, inclusive a bancadinha que quebra um galho para comer alguma coisa – ainda na procura pela banqueta ideal! Na passagem para o espaço da geladeira e freezer, uma guarnição dupla dá o acabamento, um detalhe que fiz questão

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-detalhe-guarnicao

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-puxadores

Os puxadores, depois de muiiiito pesquisar não só na internet mas também nas lojas, acabei encontrando do jeito que queria no site Ferragens Roma: ótimo preço e qualidade! Eu não abria mão do puxador estilo concha para as gavetas e foi uma escolha certeira, pois são lindos e super práticos


living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-cuba-mekal

A cuba foi outra peregrinação: primeiro pra decidir entre a dupla e a simples; como a antiga era simples, fiquei com a dupla. Depois acabei comprando errado (de sobrepor) e quando fui trocar, não gostei dos outros modelos, muito arredondados. Fui em outra loja e achei essa, da Mekal, marca top desse segmento. Foi cara – porque vem sem os ralos/válvulas – mas tem o design mais do jeito que procurava. A torneira também não foi fácil, já que queria de estilo tradicional e tinha que ser de bancada, com misturador: era pedir muito! Fui mil vezes nas lojas, não gostava de nada, até que escolhi essa, que encaixou perfeitamente já que o espaço entre a cuba e a testeira é bem curto

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-gaveta-organizador

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-fogao

O rodapé do armário até seria do mesmo mármore da bancada, como de praxe, mas achei que ficaria over, então escolhi pelo Espiríto Santo – ainda quero rodear a cozinha e área de serviço com ele. O fogão de embutir foi um drama! Não imaginei que seria de sobrepor, e como pedi uma bancada mais alta, ele ficou bem alto – mais uma noite sem dormir! Logo me acostumei, ufa! Outra coisa foi que o pessoal do armário não sabia nada sobre como deveria ser instalado o fogão de embutir: não pode ter tomada atrás (e o meu tinha), tem que ter espaçamento mínimo entre armário e fogão – o meu tem bem pouco – e faltou ventilação na parte de baixo, essencial. Quebramos a cabeça para resolver isso e a solução foi fazer 3 furos circulares grandes no mdf entre o forno e o rodapé (na foto não dá para ver). Para ajudar, o marmoreiro deixou alguns milímetros entre a bancada de um lado e outro e o fogão ficou com um leve desnível…

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-pia-marmore

Ainda tenho vontade de ter uma cozinha com bancada clara e armários de baixo na cor de madeira, acho lindo! Fui de branco (portas em laca), básico. Pesquisei em várias lojas de armários planejados, quase fechei com uma mas então uma amiga indicou um marceneiro que faria os armários com essa moldura bem clássica, simplesmente impossível de encontrar (a única empresa que faz é a Florense, mas ficava 5x mais caro do que paguei). Gostei da estrutura, bem reforçada, com mdf de 20 mm, também bem difícil de encontrar

Bom, ainda faltam alguns acessórios (até agora não encontrei a lixeira ideal!), quero trocar a geladeira, outros eletrodomésticos, preciso de uma banqueta…mas como esse ano mexi mais na sala, a cozinha ficou em segundo plano e já digo, uma vez que você começa a mexer na casa, não acaba nunca!

E veja quanto custou algumas coisas: consegui esteticamente o que queria com o menor custo possível – nada como adorar um garimpo!

living-gazette-barbara-resende-decor-reforma-cozinha-depois-custos

Na verdade reformei também o banheiro e o quarto de empregada, troquei as portas e fechaduras do apto todo, coloquei molduras de teto em tudo também… e fui umas mil vezes na Leroy Merlin durante os 2 meses de obra! Aprendi demais, me estressei também (qual a dificuldade de cumprir horários meu Deus?) mesmo planejando tudo, comprando todo o material com muita antecedência… Sofri um tanto viu, com direito a parar no hospital devido ao pó, que inflamou como nunca minha garganta. Mas ufa, acabou e digo sem dúvida: obra são duas alegrias, quando começa e quando termina! Agora é aproveitar  tudo isso!

21 Comments
  1. Tudo muito lindo!Aproveite c alegria!
    Poderia ,por favor enviar o contato do marceneiro?
    Obrigada,
    Bj
    Rosane

    1. oi Rosane! Que bom que gostou! A marcenaria se chama 1000 artes, fica em Jacareí, SP. Os telefones que tenho são: 123958-3351/ 3958-3362. Os donos são o Fábio e Rodrigo. Bjs!

  2. Olá!!! Ficou linda!!! Leve e aconchegante!!!! Onde VC encontrou o organizador de talheres? Adoro o blog!!!! Bjs

    1. Oi Francesli! Obrigada…então, o organizador de talheres veio junto com o armário! Também estou querendo um na medida certa para outras gavetas aqui… bjs!

  3. Oi Bárbara!o resultado final ficou lindo e harmonioso. Estava louca para ver, pois sou arquiteta. Sem querer vender meu peixe (mas já vendendo rsrsrs…), mas quando você contrata um profissional muitos desses problemas são amenizados…não sei se foi o seu caso, mas como você não mencionou achei que você meteu a cara e coragem!Parabéns, apesar de todos os perrengues sua cozinha ficou linda, e o estilo clássico é o meu preferido da vida!
    Beijos

    1. Você está certíssima Carol! Como a ideia inicial era trocar o que estava (piso, azulejo, bancadas e armários) e aqui em casa estamos todos acostumados com obra, encaramos assim! Mas realmente um profissional poderia ter dado outras ideias! Bjs!

  4. Barbara,
    a cozinha ficou linda!!! Parabéns pelo bom gosto!!

    Mostra o resto da reforma!!! O banheiro e o quarto de emprega.
    Seus posts são sempre uma inspiração.

    Bjsss

  5. Ficou linda Barbara, parabéns!
    Vou começar a obra do meu apto em breve e já to imaginando todo stress que vou passar.
    Sempre vale a pena, mas durante é um sufoco né?
    Senti um arrepio qdo li sobre o mármore, vou colocar o mármore branco paraná na cozinha e sinto que passarei pelo seu desafio.
    Sua cozinha ficou top!

  6. Bárbara, ficou linda sua cozinha!
    Amo seu blog (pra mim é o melhor do país) e fico super feliz em acompanhar suas conquistas. Você merece cada uma!
    Muito sucesso em seus projetos.
    Ah, mostra pra gente os outros cômodos.
    Beijo

  7. Que coisa mais linda que ficou! Você tem muito bom gosto! E eu já quero um mármore verde na cozinha!

  8. Olá Barbara,
    Adoro seu blog !
    Valeu o esforço, sua cozinha ficou linda !!
    Qualquer outra mudança ou reforma mostra para nós, você tem muito bom gosto ;o)
    Bjs

  9. Oi Bárbara

    Estou atrás de um fogão de embutir e não acho as medidas do gabinete que eu já tenho.
    Gostei do seu fogão. Poderia me passar o modelo desse fogão e a loja que comprou ?
    Tem indicação de quem instalou ?
    Obrigada

  10. eu adorei a tua cozinha, realmente não se acha estes armário por ai não.
    Este estilo é lindo , bem diferente do que se vê por aqui com armários tipo industrializado,retos e muitas vezes com puxadores embutidos. E falando em puxadores, foi assim que eu vim parar aqui, pesquisando por puxadores em concha, adorei os teus , lindo os dois.

    abraços,

    fabi

  11. Bárbara parabéns, sua cozinha ficou linda!!! Encontrei sua página procurando sobre boiserie, também sou de SJC, como você encontrou pedreiro?

    1. Oi Viviane, eu encontrei através de indicação mesmo: fui perguntando para amigos, no prédio e pedindo orçamento, até achar o que julguei ser melhor. Se precisar do contato do meu pedreiro, me envia um e-mail para barbara@livinggazette.com

      bjs!

  12. Ficou maravilhosa sua cozinha. Estou reformando a minha e a sua está servindo de inspiração para mim.

    1. Oi Marlene, obrigada! Fico feliz que a minha cozinha está servindo como referência! Vai dar tudo certo! bjs e boa sorte!

Hello! Comentários são sempre bem-vindos!

Instagram @livinggazette
  • Convites especiais que merecem ser emoldurados! Achei eles ontem por acaso numa arrumação que estava fazendo! #livinggazette10anos
  • Adoro a história de mudança de carreira da Dani Pelipas, sócia e co-fundadora da @bolodamadre , a marca de confeitaria simples que a cada ano se expande mais e mais pelo país. Dani é minha amiga, foi blogueira e consultora de moda (foram tantas semanas de moda e eventos juntas!) mas em 2013, insatisfeita e inquieta, resolveu mudar completamente de ramo: se uniu a sua amiga Fernanda Castanheda, para criar a Bolo da Madre, que saiu do papel para a primeira loja em 6 meses. 4 anos depois, as duas gerenciam um negócio que tem nada menos que 42 lojas pelo Brasil e 1,5 milhão de bolos vendidos. Dani dá crédito ao começo destemido: "Acredito que o sucesso se dá por não ter medo de errar, de experimentar, de testar possibilidades e caminhos. A inexperiência no início da Bolo, nos  permitiu isso, já que no começo não se tem plateia ou sucesso envolvidos. Aliás, numa sociedade que estimula as pessoas a vincularem o sucesso ao que elas produzem ou a posição que ocupam, quando não se tem fama e/ou sucesso atrelados a sua imagem pessoal estamos sempre mais dispostos a ser corajosos e a correr riscos. Minha sócia e eu não temos vaidade e habilidade alguma para exposição o que nos estimula ainda mais a mostrar e exercitar nossos dons e talentos exclusivamente nos negócios." Para refletir e se inspirar! #carreira #historiasdesucesso #livingparceria
  • ❤️adoro o estilo da @nickyhilton a irmã mais nova e discreta da Paris: sua casa em NY reflete bem esse seu estilo tradicional mas com leveza. Tem tour no blog! @archdigest 👉🏻www.livinggazette.com (link na bio) #decortour #nickyhilton
  • Sou apaixonada por essa flor de papel do perfume Valentina, do Valentino, que ganhei no lançamento, anos atrás: depois de muito tempo, encontrei um jeito de dar destaque a caixa rosinha, com essa bandeja de vidro usada ao contrário, como uma vitrine. A ideia era colocar uma moldura-caixa na parede mas assim parece muito mais especial #homeoffice #valentino #fashiondecor
  • Se pudesse, passaria a vida reformando cozinhas! Depois dos escritórios, é meu espaço preferido! Olha que graça essa, que saiu na @revistaminhacasa desse mês: adoro os armários com cores diferentes em cima e embaixo - se fosse reformar a minha hoje, seria assim. O piso é um porcelanato que imita madeira, que traz a beleza e aconchego da madeira com a praticidade do piso frio. Uma cozinha pequena mas toda charmosa! #cozinha #porcelanato #aptopequeno
  • O apto charmoso e elegante a la anos 50 da Midge, da série The Marvelous Mrs. Maisel! Se não conhece ainda esse novo seriado (da criadora de Gilmore Girls e vencedor de 2 Globos de Ouro), vai querer ver depois do post com o tour pelo apto da Mrs. Maisel! Hoje no blog: www.livinggazette.com (link na bio) #themarvelousmrsmaisel #amazonprime #50sdecor
  • 👊🏻hello segunda!
  • Um charme só esse escritório, da fundadora do Studio Oh! Joy, em Los Angeles. Os tons pastel e o mix despretensioso de texturas e estilos são os destaques do espaço. Tem tour no post de hj no blog 👉🏻 www.livinggazette.com (link na bio) #office #pasteltones
  • ✨💵💰quero esse luminoso bem em frente à minha mesa
  • Back to the office 🙈ai, como é difícil voltar à rotina não? Estou bem perdida aqui, ainda não liguei o modo "blog, post, redes sociais", fiquei muito tempo bem desconectada e não se liga assim de uma hora pra outra. Mas vamos que vamos! Helllllloooo segunda!
  • Separei a autobiografia da Danuza Leão para levar pro meu pai e resolvi reler algumas linhas - e não consigo parar! Esse livro é maravilhoso, li logo que lançou e fiquei abismada com a vida que Danuza teve, digna de livro mesmo. É ler e conhecer mais a história do Rio, do Brasil, da alta roda na Europa. E ela tem um dom pra escrita que torna a leitura deliciosa - recomendo demais também o "Na sala com Danuza" (de 1992) sobre etiqueta e "É tudo tão simples" com dicas e pensamentos sobre a vida
  • As revistas intocáveis - edições de 2004, 2005,2006, 2010 e 2012 - que guardei por tanto tempo tb estão indo embora. Revi todas elas, e vi que já não me inspiravam mais - mas já me inspiraram muito! Fotografei o que gostava e fiquei com meia dúzia só. Nem eu tô acreditando que chegaria esse dia! Parece que estou até de mudança (essas limpas a gente só faz qdo vai se mudar; tomara!) #fashionmagazines #voguebrasil #fashion2000s